ATLÉTICO PARANAENSE PARTICIPOU DO LANÇAMENTO DO PROGRAMA BIOMETRIA NOS ESTÁDIOS

ATLÉTICO PARANAENSE PARTICIPOU DO LANÇAMENTO DO PROGRAMA BIOMETRIA NOS ESTÁDIOS

43922_15004826820_thumb-5-3Créditos: Fabio Wosniak/Site Oficial

O presidente do Conselho Administrativo do Atlético Paranaense, Luiz Sallim Emed, participou nesta terça-feira (18) do lançamento do projeto Biometria nos Estádios e Grandes Eventos.

O programa será implantado através de convênio entre Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), Secretaria de Segurança Pública (SESP), Instituto de Identificação do Paraná, DETRAN-PR e CELEPAR. A cerimônia aconteceu no Palácio da Justiça, sede do TJ-PR.

O programa cria um sistema de consulta aos cadastros de órgãos públicos com intuito de aumentar a segurança em jogos de futebol e outros eventos com grande concentração de pessoas pela identificação biométrica dos torcedores ou espectadores.

“O Estado do Paraná mais uma vez sai na frente. Essa é uma característica deste estado, desta cidade e também do nosso clube. Esse convênio é um benefício para toda a sociedade, no sentido de evitar a violência e também evitar que as pessoas sejam exploradas pela ação dos cambistas, pagando preços abusivos por ingressos”, disse Sallim.

A 2ª Vice-Presidente do TJ-PR, Desembargadora Lidia Maejima, também destacou o pioneirismo do projeto. “Colocaremos à disposição de todos os clubes e promotores de grandes eventos um sistema que, sem descuidar da privacidade dos cidadãos, integra os bancos de dados e informações biométricas e cruza com os dados disponibilizados pelo TJ-PR através dos juizados criminais ou das varas criminais”, afirmou.

O sistema vai interligar as catracas dos estádios ou locais de shows aos bancos de dados do DETRAN-PR e do Instituto de Identificação. No momento em que o espectador colocar sua digital no leitor biométrico, um conjunto de códigos vai informar se a pessoa é a titular do cartão ou ingresso e também se há contra ela mandado de prisão em aberto ou restrição para entrada no estádio, devido a alguma pena no âmbito do programa Justiça ao Torcedor.

“Não haverá o acesso a esses dados por particulares. A CELEPAR vai disponibilizar um webservice com todos esses dados, de forma que na catraca haverá apenas uma consulta. Se tiver algum mandado em aberto, a Polícia Militar será acionada. No caso de alguma restrição, será impedida sua entrada no estádio”, explicou o juiz auxiliar da 2.ª Vice-Presidência do TJ-PR, Ricardo Ferreira Jentzsch.

Segundo o secretário estadual de Segurança Pública, Wagner Mesquita de Oliveira, o sistema ajudará a prevenir a violência. “O maior ganho para a segurança pública é a prevenção. Com o indivíduo já sabendo que o grau de exigência para que ele adentre ao estádio será maior, que sua identificação será confrontada com dados judiciais e policiais, isso trará imediatamente um aumento de segurança dentro do evento e fora também”.

A previsão é que o sistema com o banco de dados esteja à disposição dos clubes a partir do segundo turno do Campeonato Brasileiro. No Estádio Atlético Paranaense, o acesso biométrico em todos os setores será implantado a partir do dia 15 de agosto.

43922_15004826831_thumb-5-3Créditos: Fabio Wosniak/Site Oficial

ESTÁDIO ATLÉTICO PARANAENSE RECEBE EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA DA CAMPANHA “FURACÃO SOLIDÁRIO”

ESTÁDIO ATLÉTICO PARANAENSE RECEBE EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA DA CAMPANHA “FURACÃO SOLIDÁRIO”

43916_15004155510_thumb-5-3

Para celebrar o Dia Nacional do Futebol, comemorado em 19 de julho, a Fundação do Clube Atlético Paranaense (FunCAP) e a organização social Samaritan’s Feet Brasil inauguram, nesta quarta-feira (19), uma exposição fotográfica no Estádio Atlético Paranaense, evento que marca o início da parceria com a Omar Calçados, que doou 300 pares de chuteiras para a campanha “Furacão Solidário” em conjunto com a Umbro, que ofereceu condições especiais para a compra dos calçados.

Com imagens do fotógrafo Sérgio Vanalli, a mostra retrata o dia a dia das crianças que participam dos projetos sócio esportivos das Escolas Furacão, seus locais de treino, onde vivem e a alegria de jogar bola.

“Para essas crianças, o futebol não é apenas uma brincadeira: é a esperança de uma grande virada. Cada treino pode decidir seu destino e ser, literalmente, o jogo da vida. Esperamos que o nosso país encontre soluções para tanta injustiça e pobreza, e que o futebol não seja apenas uma oportunidade de ascensão social, mas sobretudo alegria, saúde e confraternização”, deseja Wesley Oliveira, diretor da Samaritan’s Feet.

“Furacão Solidário”

A exposição fotográfica faz parte da campanha “Furacão Solidário: Calçar pés para mudar vidas”, lançada há dois meses pela FunCAP em parceria com a Samaritan’s Feet Brasil. Com crowdfunding pela plataforma Kickante, “blitze” em dois jogos do Atlético no Caldeirão e um jantar beneficente, foram arrecadados cerca de R$ 15 mil, que serão destinados à doação de meias e chuteiras para 200 crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social que participam das Escolas Furacão, em Curitiba e Região Metropolitana. Além disso, somaram-se ao projeto 300 chuteiras doadas pela Omar Calçados, que irão beneficiar, ao todo, 500 jovens.

“Conhecemos a Samaritan’s Feet no final de 2016. Depois de alguns meses, fizemos uma pesquisa sobre oportunidades no Terceiro Setor para a Omar Calçados, então entramos em contato com a organização e soubemos da iniciativa junto ao Clube Atlético Paranaense. Não temos o costume de fazer ações voltadas a times de futebol, política ou religião, mas ficamos interessados quando vimos o objetivo da campanha ‘Furacão Solidário’, a forma como foi abordada e seu planejamento. A Omar Calçados tem em seus valores a humildade e a valorização de quem faz por merecer, por isso estamos muito felizes em aderir à campanha”, afirma Guilherme Sanchotene, coordenador de marketing da Omar Calçados.

Exposição fotográfica – Campanha “Furacão Solidário”
Lançamento: Quarta-feira – 19 de julho, a partir das 14h
Local: Estádio Atlético Paranaense – Acesso pelo Furacão Tour
Realização: FunCAP, Omar Calçados e Samaritan’s Feet Brasil
Apoio: Umbro
Como ajudar: doe.samaritansfeet.org.br/furacaosolidario

Sobre a Samaritan’s Feet Brasil

Organização mundial sem fins lucrativos, a Samaritan’s Feet foi fundada em 2003 tendo como objetivo a ousada missão de calçar todas as crianças necessitadas do mundo, além de inspirar nelas a possibilidade de um futuro melhor, através do exemplo samaritano na cerimônia de lava-pés, idealizado por seu fundador, o nigeriano Emmanuel “Manny” Ohonme. A organização está presente em 88 países, conta com o envolvimento de mais de 70 mil voluntários e faz parte da história de mais de 6,6 milhões de crianças ao redor do mundo, expostas a uma série de doenças transmitidas pela água e pelo solo em contato com seus pés descalços. Com sede nacional em Curitiba (PR), a organização atua no Brasil desde 2008, contando com contribuições de pessoas físicas e jurídicas, além de parcerias sociais com empresas. Em 2016, dois mil jovens foram impactados pelas ações da Samaritan’s Feet, com o apoio de 500 voluntários e doações de cinco empresas do setor calçadista.

ESTÁDIO ATLÉTICO PARANAENSE SEDIOU A LIGA MUNDIAL DE VÔLEI

ESTÁDIO ATLÉTICO PARANAENSE SEDIOU A LIGA MUNDIAL DE VÔLEI

Durante cinco dias, o Estádio Atlético Paranaense foi palco de mais um evento internacional. A Liga Mundial de Vôlei reforçou o conceito multiuso do estádio. Cerca de 70 mil pessoas marcaram presença no estádio entre os dias 5 e 8 de julho. A Liga Mundial foi transmitida para mais de 20 países, atingindo milhões de espectadores nos cinco continentes.

Os representantes da Federação Internacional de Voleibol [FIVB] e da Confederação Brasileira de Voleibol [CBV] aprovaram a realização da Liga Mundial no estádio atleticano. Eles elogiaram a estrutura montada e toda a operação do estádio nos cinco dias de jogos.

“A CBV, a FIVB e o Atlético se uniram porque temos aqui o estádio mais moderno do Brasil. Isso facilitou demais a adaptação para receber as finais da Liga Mundial. Felizmente, o Brasil conseguiu corresponder em quadra todo o esforço que foi feito do lado de fora e pudemos ter este público maravilhoso na decisão”, disse o presidente da CBV, Radamés Lattari.

O ex-jogador e campeão olímpico Giba, atual presidente da Comissão de Atletas da FIVB, prometeu trabalhar para que a experiência se repita. “A FIVB está muito feliz. O estádio está maravilhoso e nesta semana fizemos várias ações pela cidade, mostrando para as crianças a importância do vôlei. Temos que agradecer ao Atlético e sua torcida. Lá em Lausanne, na Suíça, vou fazer de tudo para que essa parceria dure por muitos anos”.

Para o presidente do Conselho Administrativo do Atlético Paranaense, Luiz Sallim Emed, foi uma honra para o Clube receber uma das principais competições esportivas do mundo. “É uma situação maravilhosa estar aqui em nosso estádio e ver a concretização do nosso projeto e daquilo que foi idealizado pelo Mario Celso Petraglia. É o Atlético, Curitiba, e o Paraná levando essa maravilha para o mundo todo”, ressaltou.

Além de divulgar o estádio e a marca atleticana para o mundo, o evento foi uma grande oportunidade de promoção e turismo para Curitiba. “Ficou inequívoca a versatilidade do estádio. Foi um evento de grande envergadura, com repercussão global, com cinco dias de elogios e agradecimentos à estrutura oferecida pelo Clube Atlético Paranaense, vindos de todos os setores da FIVB, CBV, imprensa e telespectadores. O retorno para o Clube, para a cidade, para o Estado e para o nosso país é intangível”, destacou o Arquiteto Luiz Volpato.

Para o Secretário Estadual de Esporte e Turismo, Douglas Fabrício, a realização da Liga Mundial foi mais uma prova da importância do legado da Copa do Mundo de 2014 para o Paraná. “Aqui o dinheiro foi muito bem investido. Temos um estádio que todo mundo está utilizando, para os jogos do Atlético e muitos outros eventos, que ajudam a desenvolver o turismo e a trazer renda, recursos e, com isso, empregos para o povo do Paraná”, disse.

O Secretário Municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Marcello Richa, disse que a Liga Mundial de Vôlei mostrou que Curitiba tem capacidade para receber grandes eventos. “Com esse torneio, conseguimos engrandecer nossa agenda esportiva e fortalecer o turismo, o que só foi possível graças a parceria entre o poder público, entidades e iniciativa privada”, completou.

Na noite deste sábado (9), a França se sagrou campeã da Liga Mundial 2017, ao vencer o Brasil por 3 sets a 2. Foi o segundo título francês na Liga Mundial, ambos conquistados no Brasil.

Galeria de Fotos:

Créditos: Roberto Souza/Site Oficial

REPORTAGEM DA ESPN DESTACA TECNOLOGIA DO GRAMADO SINTÉTICO DO ATLÉTICO PARANAENSE

REPORTAGEM DA ESPN DESTACA TECNOLOGIA DO GRAMADO SINTÉTICO DO ATLÉTICO PARANAENSE

43780_14991783650_thumb-5-3

O canal de TV por assinatura ESPN produziu uma reportagem, divulgada nesta terça-feira (4), em que destaca a tecnologia do gramado sintético atleticano. A matéria, que conta com a participação do diretor de projetos do Clube, Luiz Volpato, detalha o processo de fabricação e a composição do piso.

A reportagem é a primeira de uma série especial sobre o Rubro-Negro. A segunda matéria enfatizará toda a estrutura oferecida aos atletas profissionais e da Formação no CAT Alfredo Gottardi.

Para assistir ao vídeo sobre o gramado sintético do Atlético Paranaense, na íntegra, clique aqui.

ALEX SANDRO ACOMPANHOU A VITÓRIA DO FURACÃO SOBRE O SÃO PAULO

ALEX SANDRO ACOMPANHOU A VITÓRIA DO FURACÃO SOBRE O SÃO PAULO

Revelado nas Categorias de Formação do Atlético Paranaense, Alex Sandro, que atualmente defende a Juventus, da Itália, assistiu à vitória rubro-negra sobre o São Paulo, nesta quarta-feira (21). De férias no Brasil, o jogador fez questão de voltar ao estádio do Furacão pela primeira vez após a reformulação e ver de perto como ficou a casa atleticana.

Mesmo acostumado a atuar nos principais estádios da Europa, Alex Sandro se surpreendeu com a beleza e modernidade do Caldeirão.

“Achei sensacional! Aqui no Brasil, é inédito um estádio como este, com teto retrátil. Mesmo na Europa, apenas os maiores clubes têm uma estrutura como a do Atlético Paranaense”, destacou.

Apontado como um dos melhores jogadores do Campeonato Italiano e da Liga dos Campeões da Europa, Alex Sandro ganhou neste ano novas oportunidades na Seleção Brasileira.

“Tenho que pensar na próxima convocação antes de pensar na Copa do Mundo. E para isso, trabalhar para estar bem na Juventus, pois só assim poderei estar bem na Seleção”, afirmou.

Mesmo em alta na Europa, Alex Sandro não esconde o carinho pelo Atlético Paranaense. “Claro que penso em voltar a jogar no Brasil e no Atlético Paranaense. Também tive uma bela história no Santos, mas tenho uma forte raiz aqui no Atlético”, concluiu.

alex-sandro                                                                Créditos: Cahuê Miranda/Site Oficial

VIAJE COM A DELEGAÇÃO DO FURACÃO PARA O PARAGUAI!

VIAJE COM A DELEGAÇÃO DO FURACÃO PARA O PARAGUAI!

42647_14870741190_thumb-5-3

O Atlético Paranaense oferece uma oportunidade imperdível para os Sócios Furacão. Os associados poderão adquirir passagens nos voos de ida e volta do Rubro-Negro para a partida diante do Deportivo Capiatá, no Paraguai, pela terceira fase da Conmebol Libertadores Bridgestone. O jogo está marcado para o dia 22 de fevereiro, às 21h45 [horário de Brasília], no Estádio Lic. Erico Galeano Segovia.

A viagem com a delegação atleticana custará R$ 3.000,00 por pessoa. O preço inclui as passagens de ida e volta [Curitiba-Assunção e Assunção-Curitiba] e o ingresso para o jogo decisivo. Hospedagem e traslados não estão incluídos. O pagamento pode ser feito em 10 vezes, no cartão de crédito.

O voo de ida está marcado para o dia 20 de fevereiro [segunda-feira], às 23h40. Já a volta será no dia 23 de fevereiro [quinta-feira], logo após a partida, às 2h40.

Os interessados devem entrar em contato através do e-mail relacionamento.socio@atleticopr.com.br. As vagas são limitadas, por ordem de chegada!

Viaje com o Atlético Paranaense para o Paraguai e seja o nosso 12º jogador!